sexta-feira, 15 de julho de 2011

Crochê: Ponto alto duplo (13)

Ponto Alto Duplo = p.a.d.

A família do ponto alto. O ponto alto serve de base a vários outros pontos. Cada um deles exige certa técnica e um mínimo de habilidade. O segredo é estar atento ao número de laçadas e aos movimentos da agulha. O número de laçadas – dará a cada ponto alto o seu nome: duas laçadas = ponto alto duplo = p.a.d.; três laçadas = ponto alto triplo = p.a.t.; quatro laçadas = ponto alto quádruplo = p.a.q.. Quando se trabalha com estes pontos deve-se ter em mente que para virar o trabalho é necessário fazer o número correspondente à eles de correntinhas, para se obter a altura do ponto.

 Faça o número necessário de correntinha, mais 3 corr. extras para virar.


1ª Carreira: lace 2 vezes para iniciar cada ponto. Introduza a agulha na 5ª corr., a partir da agulha; * lace e puxe o ponto (faça 1 laçada e puxe-a através de 2 pontos) 3 vezes. Um p.a.d. está feito com as 4 corr. puladas, formando a corr. para virar. Inicie cada ponto com laçada 2 vezes. Introduza a agulha na corr. seguinte e repita desde o * até o fim. Vire.


2ª Carreira: faça 4 corr. Para virar e pule o 1º p.a.d. * Laçada 2 vezes; introduza a agulha no ponto seguinte; laçada e puxe um ponto (4 pontos na agulha); (laçada, e puxe 2 pontos para a agulha) 3 vezes. Repita desde o * Até o fim. Vire. A 2ª carreira forma o motivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...